Parceria

Parceria
Parceria com o site COMUNIQUEIRO - Preparatório para concurso público de Comunicação Social

quinta-feira, 29 de junho de 2017

SÓ QUEM É MÃE SABE...


(Por: Daniela Uejo) Que ser mãe é lindo e doloroso ao mesmo tempo...
Lindo porque o sorriso e o abraço deles nos acalmam sempre... A simplicidade com que resolvem nossos problemas é muito fofa. O carinho que recebemos quando estamos doentes e precisamos deles, é algo imprescindível. É lindo porque eles mudam completamente o nosso mundo. Porque nos tornam pessoas melhores.


É lindo porque a brincadeira acalma nossa alma. Naquele momento é como se todos os problemas fossem pequenos e o mais importante é recarregar minha arminha de jato de água. Rs. É lindo porque ao dar tudo de nós, imaginamos que eles serão as melhores pessoas do mundo e não precisam ter nossos defeitos. Só precisam ter a soma das nossas qualidades...(Obviamente nos enganamos, pois são o nosso espelho por um tempo, depois moldam seu próprio caráter). É lindo criar um mundo diferente para eles.


É doloroso ter que deixá-lo para trabalhar ou querer sair do mundo corporativo por ele, e saber que qualquer dessas decisões poderá causar arrependimento. Se ficarmos em casa poderemos não ter meios suficientes de lhes custear a educação necessária para uma vida digna nesse país. Se trabalhamos e temos que deixá-lo com alguém, ou colocá-lo em uma creche ou escola, sua educação primordial será dada por outras pessoas, que podem ter convicções bem diferentes das nossas...


É doloroso ter que repreender e educá-los principalmente nos finais de semana, quando deveríamos somente dar-lhes carinho, brincar e nos divertirmos com eles. Mas ser pai e mãe é além, se não educamos agora, lá na frente o arrependimento virá.


Há também a dor de ter cuidados excessivos e ser taxada de louca por pensar que alguém possa lhes fazer mal, isso às vezes requer passar por cima de muita coisa e aprender a não confiar plenamente em mais ninguém. A sensação de impotência no sentido da proteção materna é como dilacerar o corpo e alma por completo.


É doloroso arrancar nossas asas, nossa liberdade, para dar lhes. Impedimo-nos de tantas e tantas coisas por eles. Abdicamo-nos de sonhos e objetivos por eles. É quase incompreensível essa superproteção que nos invade. Só quem é mãe compreende que para cada dor, há centenas de motivos para nos alegrar. Somente porque existem. Somente porque doam suas inseguranças e medos para que resolvamos, seja acendendo a luz, seja segurando suas mãozinhas, seja colocando uma capa de super-heroínas, seja pensando neles a todo tempo, seja orando de joelhos por suas vidas. 


sexta-feira, 5 de agosto de 2016

PORQUE EU AMO AS REDES SOCIAIS E PORQUE ELAS TORNARAM- SE MATÉRIA PARA CONCURSOS PÚBLICOS?


                       




Por: Daniela Uejo



O principal FOCO  da Rede Social é estabelecer relações, ela é tão importante que até cai em concursos públicos. Vamos conhecer mais sobre essa ferramenta que você usa diariamente??

Ela é uma ferramenta de isca, para atrair usuários para outras ferramentas: sites, blogs e outros, é uma coisa linda para profissões relacionadas ao Marketing e à Publicidade. Imagine uma empresa que não sabe se mostrar para o mundo por meio dessas ferramentas? A Rede Social dá uma super ajuda e ainda é mais barata no mercado. As pessoas vendem roupa pelo Insta, formam o seu marketing pessoal diariamente... Porque somos, hoje em dia, o que divulgamos ao mundo.

O Brasil é o terceiro maior consumidor das Redes sociais no mundo, só fica atrás da China e E.U.A. O Brasileiro é assim, tem a necessidade de estabelecer relações, nós somos assim... Queremos falar, divulgar o amigo, queremos dar opinião, afinal, vivemos em uma democracia, não? E se você sente-se solitário na madrugada, acaba por se sentir acolhido se os seus amigos virtuais estão ali, OnLine para ajudá-lo a passar por aquela insônia maldita. rs

Com ela, você acaba por aprender a vencer a resistência, pois ela não traz só “mimimi”, discussões e preconceitos públicos. Ela é uma ferramenta importantíssima para obter informações sobre o mundo, entenda, sobre assuntos interessantes, não necessariamente sobre a vida das pessoas, esse é apenas um detalhe no universo maravilhoso que as Redes Sociais nos trazem. Ela também é uma ferramenta para nos trazer informações sobre produtos e serviços, com ela nós elevamos o status de uma empresa, ou a esmagamos para os nossos seguidores. ( Política, tendência, marketing e publicidade)

Na timeline você pode escolher jornais, artigos, eventos, coachings, pensadores, polítcos, pastores, padres e até o Papa ( Sim, até ele tem Twitter). dos quais deseja seguir e obter informações, diferentemente de estar em um portal e ter a sensação de estar perdendo algo em algum lugar, por não ter conseguido ler tudo o que estava lá naquele portal, sendo atualizado a cada minuto. A gente precisa filtrar o que traz importância às nossas vidas. Eu mesma fico conectada, leio tudo o que coloco para ver primeiro na linha do tempo, dezenas de jornais e portais. Leio toda manhã, no almoço e à noite. Que coisa linda, tudo condensado ali, categorizado pela importância que eu elenco na vida para receber. A vida dos meus amigos só passa a ser importante depois de ter me inteirado de tudo o que considero importante. É claro que os amantes da fotografia, como eu, vão convir que seja mesmo fofo postar foto das alegrias, compartilhar bons momentos, boas ideias... Coisa fofaaa!! Mas esta é a gota no Oceano. (Atualidades, Gestão de Pessoas, Informática)

Para concursos: Posso seguir professores de maneira gratuita, eles publicam resumos do que eu quero e preciso saber. No Insta eu sigo resumos de jornais e o lindão do Direito News que me traz informações lindas e atualizadas do mundo jurídico, mas não é qualquer coisa, é aquilo que eu amo ler, que eu amo saber. ( Atualização)

No Twitter eu dou uma passada de olho nos títulos de jornais e portais que decidi seguir. Lá é meu lugar de obter informações. Pois a informação move o mundo, se você não sabe das coisas, certamente vai se perder em qualquer conversa, até naquela no ônibus sobre o impeachment, ou na entrevista de emprego se você nem sabe como atualizar seu currículo ao modo Século XXI. ( Atualidades)

Aí vem aquela pessoa: “ Odeio Redes Sociais, elas tiram nossa privacidade!” Oi!!?? Cara, ela não tira nada de ninguém, ela está lá, para desfrutarmos da melhor maneira, quem se expõe indevidamente é você. Vamos acordar né!!! Ela também tem aquele papel gostoso de aproximar pessoas que têm ideias semelhantes, para abrirmos o nosso leque de possíveis amizades verdadeiras. 

No LinkedIn eu tomo conhecimento do universo corporativo, recebo vagas de emprego para postar naquele meu grupo do WhatsApp que eu criei para ajudar amigos. Olha que coisa mais linda, ajudar as pessoas, sem sequer conhecê-las, de maneira simples e objetiva. Nesse país, com o atual quadro de crise, são poucos os que não têm interesse em um emprego que receba mais, que tenha mais benefícios, ou simplesmente um emprego... rsrs


No Google Drive eu assisto videoaulas que eu sempre quis ver, mas aí o Pen Drive não tinha espaço suficiente, o HD externo era pesado para carregar na Bolsa. Eu assisto tudo ali do celular, estudo, conecto-me, interajo.

Mas atenção!!! Vamos obter conhecimento  o suficiente para filtrar o que realmente importa das Redes Sociais disponíveis, sem perder a ideia de que ela precisa nos ajudar e não nos atrapalhar a permanecermos com nossas relações interpessoais, que não nos esqueçamos, obviamente, que o mundo virtual NÃO proporciona o calor humano do abraço, das gargalhadas dos amigos, do beijo do amado... 




*Texto inspirado em uma aula de informática acerca das Redes Sociais.

terça-feira, 7 de junho de 2016

BREVE ANALOGIA SOBRE O CARÁTER


Por: Daniela Uejo


“De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto.” (Rui Barbosa).

Podemos dizer que o caráter é a junção de tudo aquilo que nos influenciou na infância, positiva ou negativamente, ele rege o nosso intelecto enquanto ser humano. Dele provém todo o conjunto de traços morais e psicológicos, que distinguem um indivíduo do outro. Já o mau caráter é quem demonstra maldade, uma pessoa sem escrúpulo, que engana as pessoas sem o menor constrangimento, aquele que age sem decência, sem pudor, sem sensibilidade humana.

Caráter é a maneira pela qual a pessoa se apresenta e se comporta em suas relações interpessoais. É a atitude psíquica particular em direção ao mundo externo. É toda a experiência de vida  ajustada à realidade e ao contexto social. Parafraseando Claudinei Ribeiro: “Por mais que você batalhe e vença com esforço, se você não conseguiu com honestidade você não conseguiu nada.”.


quarta-feira, 9 de março de 2016

INERENTE ELUCIDAÇÃO





Por: Daniela Uejo


Descrevendo um fragmento do meu eu, denoto gostar de GENTE. Gente de caráter, de fibra, de firmeza, hombridade, dignidade, personalidade. Gente que não vai pela cabeça de ninguém. Que tem conceitos de vida bem consolidados. Gente que tem o que oferecer, não financeiramente, tampouco ao que se assemelha a bens. De gente que entende que há sim a necessidade de conhecer novas pessoas, novas amizades, novos rumos, novas ideias, novas perspectivas. Porque novas experiências abrem caminhos para novos pensamentos e a inovação é sempre positiva, se encarada de forma madura. Novas convicções revigoram relacionamentos, amizades e sentimentos de fraternidade. Simboliza um ganhar de força e forma para a presença de Deus mais nítida, o fascínio pelo amor que é antigo, porém que ganhou nova roupagem. Um inerente esclarecimento recôndito.


sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

CRÔNICAS DE UMA VIAGEM




Por: Daniela Uejo


Viajar é sempre lindo. Descansa a alma e dispara o coração. Tem toda expectativa do que ocorrerá nos dias posteriores. Tem a questão do conforto que, embora seja bacana, jamais será comparado ao de casa. Tem aquela alegria diferente que não é sentida em casa. Tem o cansaço, burlado pelas bagunças em família. Tem os presentes, que com muito carinho levamos, eles simbolizam o afeto maior de ter lembrado daquele amigo ou familiar em meio a turbulência que é uma viagem. Tem os costumes e línguajás diferentes, que por vezes, sorrimos. 

Tem o aflorar de sentimentos, seja pela família, pelo marido, noivo ou até o namorado que está distante. É aquela sensação de estar mais perto. De viver grandes momentos, ainda que pequenos, ao lado de quem amamos. Porque os dias nos passam tão rápidos. Às vezes nos atropelam e esquecemos o quanto é importante valorizar quem Deus nos presenteou com abraços, beijinhos de ternura. Tem também as fotos, registros eternos do que a viagem simbolizou para cada um. Os sorrisos vividos ali que, de alguma maneira ajustaram melhor cada pose. Enfim viajar é além, mesmo que algumas coisas não saiam conforme o planejado, o importante mesmo é saborear os dias separados para estreitar laços e vislumbrar como Deus é Maravilhoso em nos presentear com aquelas pessoas.


sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Conceito de amar



Por: Daniela Uejo

Amar é se dar por inteiro. Doar-se. Desprender-se de si. Encarar a infinidade que o outro é, e mergulhar na imensidão do que pode ser aquele mundo. Do que aquele mundo pode nos ensinar. Do que pode representar. 

É compreender que para cada sobrancelha fechada sempre haverá um sorriso meigo para melhorar tudo. Para cada lágrima haverá sempre um abraço consolador. É entender que às vezes precisamos renunciar um pedaço no nosso EU para arrancar sorrisos e construir sonhos juntos!!

A ENTREVISTA





 Por: Daniela Uejo

 A expectativa pela resposta da entrevista significa muito mais que apenas passar. Pois anteriormente há toda aquela preparação, física e psicológica. Tem o escolher da melhor roupa, não decotada, não chamativa, não apertada, nem transparente, maquiagem impecável, cabelo ajustado. Gravata centralizada. Roupa social. Sapato brilhando. Gel no cabelo. Currículo e portfólio em mãos e lá vamos nós para mais uma maratona de loucuras. Tem que sair mais cedo, nada pode dar errado. A postura é perfeita. 

A fala pode até sair trêmula da mente, mas o seu exprimir tem que ser exato. A educação e o sorriso valem muitos pontos. A maneira de olhar, e de se portar diante dos outros candidatos e do avaliador, serão calculados na somatória. Aquela vaga pode ser a dos sonhos ou não. Simplesmente um escape para não ser engolido pela crise. Seja qual for, se vai ajudar deve ser considerada a mais importante. Hora da prova, olhos atentos, nervosismo, pensamento na velocidade da luz, uma série de coisas orbitam pelo ar, argumentos, juntar de ideias e experiências. 

Tudo isso, de repente, pode resumir-se em um branco total. Uma insanidade repentina. Sempre apelamos para o Criador e quando a oração vem, tudo pode acontecer. Porque Ele é justo e sabe o que é melhor para nós. Se não foi dessa vez, Ele mandará uma vaga melhor. Se foi, acertou em cheio; foi o melhor, o escolhido, o Neo do Matrix, entre tantos, o que melhor se colocou à prova. É hora de regozijar-se e agradecer ao criador pela bondade. E felicidade!!!!

O CULTO




 Por: Daniela Uejo

O culto a Deus, realizado por cristãos é algo lindo. É lá que oramos com mais fervor. Sentimos a transbordante presença de Deus. Nos derramamos. Entregamos nossas vidas. Renovamos alianças. Sentimos a palavra quebrar nosso ego, nosso orgulho. Choramos pelos irmãos. Nos alegramos com os testemunhos. 

Levamos orações para casa, pelos enfermos. Profetizamos bênçãaos para o nosso ministério com Cristo. Nos lembramos daqueles que poderiam estar lá conosco, vivenciando aqueles momentos lindos e comendo daquelas palavras vindas direto do coração do Pai. 

Louvamos a Deus em espírito e em verdade. Com cânticos e também com a alma. Somos livres para reverenciar ao Rei Jesus. A transbordar nosso interior. A elevar nossa fé. Ao sair, temos o privilégio de sentir o Espírito Santo fazer mudanças em nosso interior. Mais vale um dia na casa desse Deus lindo, que mil em qualquer outro lugar.



SOBRE O NATAL





Por: Daniela Uejo 

O natal é o tempo mais lindo e importante do ano. É aquele momento que nos enche de esperanças. Que nos encoraja, que nos faz refletir sobre tantas e tantas coisas. Porque ele deve ser passado em família, com direito a ceia e presentes. Porque é tempo de alegria, de perdão que o ano não permitiu, de luzes a iluminar qualquer caminho. O motivo de tanta comemoração é por celebrarmos o aniversário de Jesus. Ele em sua imensa humildade, veio ao mundo em um estábulo e foi posto em uma manjedoura. 

O Rei dos Reis, aquele que veio para mudar a história da humanidade e encher nossos corações de amor, fraternidade, ternura, afeto, devoção, compaixão e toda sorte de coisas boas, estavam lá naquela simples manjedoura. Nosso Rei já começou nos ensinando muito. Quando Ele chegou, todos se prostraram, porque Ele seria o salvador de todos os que estavam presentes, e também de cada um de nós. O nascimento de Jesus é o início de tudo, por causa desse acontecimento maravilhoso, somos chamados de Cristãos. Por seguirmos os seus passos e a cada dia tentarmos agradar o Seu coração. 

 Que toda comemoração seja porque Ele veio e habita em nós. "Porque um menino nos nasceu, um filho nos foi dado, e o governo está sobre seus ombros. Ele será chamado Maravilhoso, Conselheiro, Deus poderoso, Pai Eterno, Príncipe da paz". Isaías 9:6

sábado, 28 de novembro de 2015

O TEMPO...






Por:Daniela Uejo


Com o avanço da tecnologia, nos sobrevêm diversas informações. Buscamos a cada momento digerir cada uma delas da maneira mais precisa e objetiva possível. Nesse sentido, com tantos afazeres que o mundo nos propicia, e ao mesmo tempo nos obriga a sermos fidedignos com nossas atividades, vem o alerta, o de que necessitamos organizar e aperfeiçoar nosso tempo.

Ora, o tempo é algo que não volta, portanto devemos aproveitar da melhor maneira possível, cada minuto, seja no trabalho, seja em casa. Pois, ele corre de forma constante e não nos espera, não importando o que fazemos, o dia sempre terá 24 horas, portanto devemos estar preparados para moldá-lo à nossa forma.

Se adquirirmos a ótica, de que temos tempo o suficiente para realizarmos todas as atividades em que nos são incumbidas, tudo se torna mais fácil. O interessante é manter em mente a palavra organização. Uma agenda por mais simples que seja, pode ser a porta de entrada para a otimização de cada minuto.

Vale ressaltar, que podemos cortar alguns motivos que nos impeçam de realizarmos nossas tarefas com presteza, a exemplo, a nossa falta de objetivos nos faz pensar muito, não conseguir alcançar prioridades e ser interrompido pelas outras pessoas em momentos cruciais.

Sabe-se que, na maioria das vezes, isso tudo foge ao nosso controle. O cotidiano e a globalização que nos cegam. Devemos fazer cada coisa de uma vez, prestando a atenção devida no que podemos realizar, em espaço menor de tempo possível, sem tirar a natureza prestativa daquilo.

É importante ressaltar também, que mesmo em meio a toda essa loucura do dia-a-dia, temos que ter tempo suficiente para o lazer, para a família e para os amigos. Essas são pessoas importantes e como já mencionado, o tempo não volta, todavia, devemos aproveitar além dos minutos de trabalho, os momentos que realmente se fazem importantes, aqueles que ficarão em nossas mentes, aqueles com pessoas especiais.

Por mais “falta de tempo” que um indivíduo tenha ou aparente ter, ele deve traçar metas e objetivos. Enfim, que não nos esqueçamos, da real importância de doar nosso tempo ao que realmente merece isso e sobretudo a quem merece esse tempo...



sexta-feira, 25 de setembro de 2015

CRISE X DESEMPREGO

                                            

Por: Daniela Uejo


Nos últimos meses, amigos têm me procurado para encaminhá-los algumas vagas de emprego, isso tem me chamado a atenção, pois são muitos. Pessoas que jamais imaginei amargarem essa situação, por serem tão competentes, começam a se deparar com esse fantasma, infelizmente. E nessa crise, onde a taxa de desemprego só aumenta, o resultado de inúmeros impostos só atrapalha o mercado de trabalho. Se o imposto não for pago a empresa é prejudicada, logo a demissão de funcionários é certa nessa corda bamba.


O desemprego começou a bater à porta dos brasileiros com mais intensidade este ano. Entre maio do ano passado e maio deste ano, o desemprego subiu de 4,9% para 6,7%, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). E a intensidade desse crescimento foi mais forte entre os jovens de 18 a 24 anos.


É óbvio que esses dados não atingem somente a esta faixa etária, pois em meio à crise, pasmem!! Até mesmo aposentados estão à procura de emprego... E entrar nessa maratona pode significar muita coisa. Quer dizer que toda a sua experiência, seja ela acadêmica, profissional ou intelectual precisa ser somada para transformar aquela vaga em uma mudança de vida. Sentir-se nervoso na entrevista de emprego, torna-se um pesadelo, já começa a vir à mente tudo o que aquela vaga pode significar ou como será frustante não ser o escolhido. Quando você tem família tudo fica ainda mais complicado, o pensamento voa nos filhos e no quanto eles podem ser beneficiados. Ser selecionado é como se fosse um prêmio que tem que ser cultivado a cada dia, pois em meio à crise, na ocasião da escolha em demitir um funcionário ou outro, conta muito como você se porta e acima de tudo, como trata as pessoas.


É tão estranho, saber que existem pessoas que adoram esmagar às outras, com sua imensa crise de hipocrisia de provar ser o melhor em tudo. No mercado de trabalho saber muito é realmente imprescindível, entretanto, dar um oi ao porteiro e à moça da limpeza fazem toda a diferença. Tive o prazer, embora sendo tão joven, de ter chefes fabulosos que me ensinaram que acima do meu conhecimento está como vejo as pessoas, e sobretudo , como elas me vêem como ser humano. Porque o emprego pode mudar, nossa posição na sociedade também, mas a maneira com que outras pessoas são movidas pelas nossas pequenas atitudes, pode realmente transformar a nossa vida. O mundo dá muitas voltas, aquela pessoa que você menos imagina, pode lhe estender a mão em um momento crucial do seu existir.

domingo, 9 de agosto de 2015

Dia de Prova - Crônica





Por Daniela Uejo




Memórias embaralhadas, corações palpitantes, mordidas de lábios, pernas inquietas, olhos atentos, percepções aguçadas, gente dispersa, gente capacitada, porém nervosa em excesso, gente inteligente, entretanto, demasiada ansiosa, bocas caladas, cérebro pulsando, cabeças à mil. As canetas vão desvendando o conteúdo assimilado. Corpos advindos de toda parte, ansiando por um futuro alheio à própria realidade. Em uma folha com pontinhos marcados está entregue à sorte ou à derrota da exteriorização dos nossos conhecimentos. O que será que o futuro reserva a cada um neste lugar??

O futuro é um lugar de incertezas. Pensando nisso dá aquele frio na barriga. Tem aquela marcação no gabarito diferente da prova. Tem aquela palavra que define a questão, mas gera dúvidas. Tem o tempo que corre apressado, para o término de tudo. Ele talvez nos diga quem acertou, quem errou, quem mereceu. Ou não... Nesse labirinto de incertezas, seguimos nossas vidas. Abocanhando conteúdos dos próximos editais, já em mente, com garra e determinação. Um dia chega a nossa vez. Talvez os sonhos mudem... Ou nossos objetivos se cruzem com a realidade. Afinal, o que se passa na cabeça e no coração de concurseiro, só Deus é quem sabe...

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Porque Deus nos manda para o deserto da vida?


Por: Daniela Uejo

Tentações, provações, tristezas. Quem não passa por isso nessa vida? Mas qual o motivo de sofrermos tanto, às vezes parece que nunca vai acabar... Deus está nos testando?

Deserto é muito mais que uma escola. É arena de guerra, lugar de decisões e escolhas ... É quando compreendemos que por mais estranho que seja, nosso oponente pode ser o nosso interior. Deserto é quando a gente senta pra chorar, onde a alma se sente insegura, onde os ventos sopram com uma força tamanha que faz a gente até murmurar. Deserto é lugar de encontro da nossa alma com Deus... É um lugar onde descobrimos que ninguém é capaz de nos socorrer, entender, ajudar, curar, proteger, como Ele .... É nele que reconhecemos os nossos melhores amigos ... É quando estamos submersos naquela chuva densa que vem e traz consigo pedras que machucam o nosso rosto e não nos deixam ver a graça e conforto do Senhor que estão por vir para acalmar nosso coração.  É nele que aprendemos a viver plenamente por fé.  Quem passa pelo deserto é capaz de vencer as tempestades de pé. Não devemos ter medo de passar por ele, pois é nele que a gente aprende a viver e é através dele que a gente consegue vencer. Nos desertos da vida temos que aprender a sermos fiéis. Passar pelos períodos longos com fé e integridade isso é que faz a grande diferença.

Todos os homens de Deus souberam conviver com as crises em períodos de deserto. A Bíblia é muito incrível porque nos mostra personagens reais, com debilidades, defeitos, pecados e fraquezas. Assim como nós. Deus passou mais tempo polindo Paulo do que o usando na obra( 3 anos rejeitado pelos cristãos; mais de 10 anos no anonimato; 4 anos preso.) Ele tem o poder de fazer qualquer coisa, nada está fora do alcance de seu poder e sua capacidade, porém, Ele não interfere no “livre arbítrio de cada um”


É de grande valia cada deserto para polir nosso coração para o Senhor. É necessário e de suma importância para nosso crescimento tanto espiritual como intelectual. Pois nos remete à oração, com o intuito de voltarmos a ser protegidos pela infinita graça e misericórdia que Ele tem para nos dar.

terça-feira, 16 de junho de 2015

O QUE NINGUÉM TE CONTOU SOBRE A GRAVIDEZ E O PÓS- GESTAÇÃO


Por: Daniela Uejo



Ontem em uma conversa com uma amiga gestante eu fiquei a indagar o porquê de algumas mazelas da gestação e o pós gestação. Quando estamos grávidas existem coisas que ninguém nos diz, por exemplo que vamos nos sentir sufocadas, desesperadas com a nova responsabilidade, que embora planejemos, ficaremos assustadas com tantas mudanças no nosso corpo, que antes era apenas para se enquadrar perfeitamente em nossas roupas, que o nosso mundo vai mudar completamente em meses, que nossa vida sentimental nunca será a mesma, que choraremos sem motivos, que no fim da gestação vamos ficar muitaaas noites sem dormir por conta da azia e não vamos conseguir respirar direto durante o dia. A gestação é um período de imensa transformação no corpo e na mente. Cada dia que passa é um novo desafio para suportar os enjôos e as mazelas que toda gestante passa. E o parto?? Ai que pesadelo imaginar qual o Senhor preparou pra gente. E se for normal eu vou suportar a dor? E se for cesárea eu vou sofrer por meses? Eu conseguirei? E meu corpo?? Será que vou conseguir caber nas roupas que mais gosto???

Além de todas essas peculiaridades há outras coisas ainda mais escondidas que ninguém nos conta e elas respondem a tudo: somos imersas em uma bolha de inúmeras emoções por dia. Amamos mais as pessoas e as criações de Deus. Percebemos que tudo o que era da maior importância como o corpo, o emprego e até a faculdade são passíveis de serem deixados de lado para vivermos o sonho da maternidade de maneira integral, principalmente nos primeiros 12 meses. Não imaginamos o quanto seremos cobradas a trabalhar por aqueles que se acostumaram com nossa antiga rotina. E o quanto seremos julgadas por trabalhar e deixar o filho com alguém. E o desespero? Será que vão cuidar bem do meu maior tesouro? Metade do cérebro no trabalho e a outra metade no filho. E quando ele adoecer? Vou pedir demissão ? E se eu tiver que ficar longe dele por muitas horas? A grande questão que define tudo é que, sem dúvida alguma Deus nos enche de uma poderosa força, capaz de suportar tudo e enfrentar a todos para fazer feliz aquele pedacinho de gente que Ele nos confiou cuidar. E o meu casamento? Não vou dar mais atenção para o meu marido? Na verdade eu aprendi que ter um filho é uma prova de fogo. O amor aumenta no matrimônio porque agora não dá mais para um cuidar do outro como antes. Mas isso dá lugar a compreensão e ao companheirismo. É nos primeiros meses que a ficha cai e o casal precisa ser uma equipe para desvendar choros e trabalhar no desenvolvimento da criança. Mesmo que isso implique perder sono, deixar de sair para os lugares de costume, ou dar atenção aos amigos. É, tudo muda... O carinho pelo marido aumenta consideravelmente, agora ele além de ser seu Amorzinho, também é papai, dotado de virtudes e de responsabilidades e você terá um motivo a mais para admirá-lo. É óbvio que ninguém nasce sabendo de tudo, os primeiros meses são cheios de inexperiência, mas tudo isso faz parte de um amadurecimento completamente necessário para ambos. E quando você se apaixona pelo seu bebê ? E obriga seus amigos verem a cada hora uma foto do seu príncipe ou princesa nas redes sociais. Kkkkk. Você quer mostrar para o mundo o quanto é fofo, o quanto cresceu, o quanto te faz feliz... Enfim quer gritar para o mundo que seu universo agora é ele. Ser mamãe sem dúvida alguma foi a coisa mais maravilhosa que Deus pôde me conceder. Tornou-me mais compreensiva, alegre, amorosa, madura. É algo tão divino que somente Deus poderia nos explicar o porquê do amor de mãe ser mesmo incondicional.

terça-feira, 28 de abril de 2015



Ser mamãe de bebê é:


Não dormir bem há quase um ano;
Saber o que quer dizer cada choro;
Fazer farra na hora do banho dele;
Conhecer seus desenhos preferidos;
Conhecer sobre massagem, remédios diversos, virar um pouco de enfermeira;
Saber que ao dormir ele sempre se certifica que você está perto e se ele acordar e você não estiver a sua audição aguçada é capaz de lhe ouvir o gemido mais baixinho;
É saber da capacidade de calmaria que a amamentação traz;
É emagrecer kg em poucos dias face a enfermidade do filho;
É morrer de alegria a cada gargalhada;
É não ter tempo de se arrumar direito;
É não se importar tanto consigo;
É fazer as compras de qualquer coisa pensando no benefício que isso trará para ele;
É ter a casa com um cheirinho especial;
É saber prezar pelo silêncio. Tudo para o bem dele;
É mudar de rota, conhecer outro universo. Um diferente, que só vale realmente a pena se ele estiver por perto. 


Por: Daniela Uejo